Jericoacoara

O vento levou
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Guia de Jericoacoara

Veja neste guia prático de viagem a Jericoacoara: dicas para você aproveitar ao máximo sua viagem.

Leer en español

Read in English

Jericoacoara: o que esperar

Jericoacoara Hotel Essenza

Hotel Essenza

O vilarejo de pescadores que saiu na revista do Washington Post em 1987 (eu conto a história verdadeira aqui) tornou-se um vilarejo cosmopolita.

Em 2019, não são apenas os ventos que atraem os wind e kitesurfistas: sair à noite é o outro esporte oficial de Jericoacoara.

O pôr do sol mais concorrido não é mais o da Duna, mas o do rooftop do Café Jeri.

Não há mais jangadas no mar -- mas o hotel Essenza tem uma na piscina, para os hóspedes tirarem selfie.

Jericoacoara o que fazer: lagoa da Barrinha

Barrinha

Nos anos 80, redes serviam de cama nas pousadas. Hoje, fazem o papel de espreguiçadeiras aquáticas nas lagoas de Jijoca, Barrinha e Tatajuba.

À noite, por sinal, o barulho que predomina não é o do mar -- mas o da festa mais próxima de você.

E antes que você ache que todas essas mudanças têm a ver com a inauguração do aeroporto, saiba que não. O aeroporto é muito mais conseqüência do que causa dessa nova Jeri.

O importante para curtir a viagem é não ir em busca de uma Jericoacoara que não existe mais. Jeri é uma festa -- você só precisa aceitar o convite.

Voltar | Topo

"Uma das 10 praias mais bonitas do mundo", a lenda

Jericoacoara

Em 1987 Jericoacoara não passava de um vilarejo de pescadores isolado por dunas nos confins do oeste do Ceará.

Seu destino começou a mudar em março de 1987, quando o Washington Post resolveu fazer uma matéria para sua revista de domingo sobre praias exóticas e desconhecidas. Um dos correspondentes do jornal tinha estado recentemente em Jericoacoara, e emplacou a praia na reportagem -- que continha mais duas: Sanibel Island, na Flórida, e Mombasa, no Quênia.

Àquela altura, pouquíssimos brasileiros já tinham ouvir falar de Jeri. Numa época em que não havia internet, a revista Visão resolveu turbinar a notícia, anunciando que "o Washington Post elegeu Jericoacoara como uma das 10 mais bonitas praias do mundo".

Só que não. Lendo a matéria original, você não vai encontrar nenhuma menção a ranking.

(Na capa da revista, porém, havia a chamada 'As melhores praias do mundo estão chamando').

Mas a história das "10 mais bonitas" pegou, e não há quem tire o título do curriculum vitae de Jericoacoara.

Se você quer entender todo o mal-entendido, leia esta matéria do 'Guardian' britânico, que inclui uma entrevista com o autor da reportagem original.

Voltar | Topo

Jericoacoara: quando ir

Praia Malhada

A melhor época para ir a Jericoacoara é o segundo semestre: de julho a dezembro, praticamente não chove.

Em janeiro e fevereiro, porém, já pode nublar mais do que você gostaria, e até mesmo chover.

Historicamente, os meses mais chuvosos são março e abril, quando a precipitação costuma atingir 300 mm. Maio também pode ser chuvoso, mas um pouco menos: a precipitação média é de 200 mm.

Jericoacoara: quando dá praia?

Quase não chove: Julho | Agosto | Setembro | Outubro | Novembro | Dezembro

Pode chover: Janeiro | Junho

Deve chover: Fevereiro | Maio

Vai chover: Março | Abril

Alta x baixa temporada em Jeri

A alta temporada começa em julho e vai até o Carnaval. Os preços não chegam a baixar entre agosto e dezembro porque esta é a época dos ventos, atraindo kitesurfistas e windsurfistas do mundo inteiro a Jeri (e a todo o Ceará).

Temperatura em Jericoacoara

Jericoacoara

Ao longo do ano, Jeri tem mínimas sempre acima de 22ºC e máximas entre os 30ºC e 35ºC. Ao ar livre, o vento sempre aplaca o calor. Para dormir, porém, você vai precisar de ar condicionado.

Voltar | Topo

276 comentários

Elaine Cristina Magalhães Llorente

Olá! Estava pensando em alugar um carro no Aeroporto de Cruz e deixar o carro em um estacionamento em Jijoca (ficarei apenas 2 dias e meio na vila e depois sigo para o Piauí). Tem algum lugar que eu consigo chegar com o carro alugado, tipo a Alchimyst ou o Komaki para otimizar os dias? Vale a pena? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elaine! Você pode deixar o carro no estacionamento em Jijoca e pegar de volta na saída.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Cancelar