Galinhos

Bendito isolamento
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Guia de Galinhos

Galinhos, a 150 km do aeroporto de Natal, é um dos destinos de praia mais singulares do Brasil.

Imagine uma península de areia, entre o mar azul e um braço de mar de águas verdes. Um mangue viçoso, dunas de areia e de sal completam a paisagem.

Aproveite: esta beleza rústica ainda está fora do radar do turismo de massa -- e é um destino perfeito para descansar com distanciamento social. Veja neste guia prático de viagem a Galinhos (RN):

Por que ir a Galinhos

Kitesurfista em Galinhos

Uma península de areia, com um farol na ponta, cercada por águas azuladas no mar aberto e esverdeadas no braço de mar (que os nativos chamam de rio). Entre o braço de mar e a praia, um povoado cujas ruas ainda são percorridas por charretes. E duas montanhas peculiares: uma duna de areia e outra de sal (esta, criada pela salina que existe atrás do mangue). Assim é Galinhos, um vilarejo de praia como nenhum outro.

Mesmo com tanta beleza e exotismo, Galinhos consegue a façanha de não ter mudado praticamente nada depois da chegada do turismo. Nos últimos 15 anos, a única mudança visível foi o calçamento (com paralelepípedo) de boa parte do vilarejo. No mais, até os grupos que fazem o bate-volta desde Natal (e que são cada vez mais numerosos) pouco afetam a rotina da vila: passeiam de barco pelo braço de mar, almoçam em Galos e só aparecem em Galinhos quando falta pouco para embarcar de volta.

A dificuldade de acesso, que é a qualidade comum a todos os paraísos preservados, em Galinhos ganha um reforço poderoso: a água no povoado é salobra -- o que faz com que os banheiros das pousadas tenham um segundo chuveiro, acoplado a um galão de água mineral, para o enxágüe final. Funciona! Tanto para tirar o sal do corpo, como para frear um crescimento indesejado. E de lambuja, ainda seleciona o visitante que vai mais se identificar com Galinhos.

Voltar | Topo

Galinhos na pandemia

Galinhos reabriu dia 10 agosto, depois de 4 meses de quarentena bem-feita, em que não se registrou nenhum óbito por covid.

Por enquanto, só entram na cidade visitantes com reservas confirmadas de hospedagem ou de passeios credenciados pela prefeitura. O controle é feito nas duas barreiras -- a do porto de Pratagil, onde chega quem vem pelo asfalto, e a do distrito de Galos, no caminho de quem vem pela areia.

Toda a pequena população (são apenas 2 mil pessoas) foi treinada nos protocolos de segurança, que são aplicados nas pousadas, restaurantes, operadores de transporte e passeios.

Voltar | Topo

Quantos dias em Galinhos?

Praia em Galinhos

Para fazer os passeios principais você vai precisar de dois dias inteiros. Dias suplementares sempre serão bem-vindos se o seu objetivo for descansar e curtir praia.

Voltar | Topo

Quando ir a Galinhos

Jangada em Galinhos

A região de Galinhos tem um dos (micro)climas mais secos da costa brasileira.

Alguma chuva: março e abril

Os meses mais chuvosos são março e abril, quando historicamente chove perto de 150 mm no mês. Ainda assim, é um volume baixo para época chuvosa (nas praias nordestinas da Zona da Mata chove mais de 300 mm nos meses mais úmidos).

Pouca ou nenhuma chuva: maio a fevereiro

Em janeiro, fevereiro, junho e julho pode ocorrer alguma chuva, entre 40 mm e 70 mm no mês. Mas é um volume irrisório.

Já em agosto, setembro, outubro e dezembro é muito raro cair chuva em Galinhos. O sol é praticamente garantido, com precipitação histórica abaixo de 20 mm por mês. É praticamente nada.

Temperatura em Galinhos

A temperatura não varia muito ao longo do ano: a máxima vai a 30ºC ou mais durante o ano inteiro, e a mínima fica entre 24ºC e 25ºC.

O segundo semestre é bem mais ventoso, o que ajuda a amenizar a sensação de calor (ao ar livre, na sombra, você nunca sentirá calor excessivo se houver vento) e também a espantar as nuvens.

Voltar | Topo

Como chegar

Pelo asfalto, Galinhos está a 180 km da zona hoteleira da Ponta Negra, em Natal -- e a 152 km do novo aeroporto de Natal. O asfalto chega até Pratagil, onde há um estacionamento, um bar e o píer. Dali é preciso fazer uma travessia de barco de 10 minutos.

Píer de Pratagil

Píer em Pratagil

As travessias ocorrem sempre que haja um mínimo de 8 passageiros. A passagem custa R$ 5. Caso não haja 8 passageiros, o barqueiro cobra R$ 30 pela travessia.

De carro

O acesso a Galinhos é pela BR 406, a estrada que leva de Natal a Macau. O novo aeroporto de Natal fica no início dessa estrada.

A estrada está em estado bastante razoável. O movimento não é intenso e há poucas curvas, o que facilita as ultrapassagens. Não há radares fixos, mas há muitas lombadas nos trechos que cortam cidadezinhas.

De ônibus

Antes da pandemia, o Expresso Cabral fazia a rota entre Natal e Galinhos (Pratagil) três vezes por semana. Você pode se informar sobre a rota na época em que você viajar pelo telefone (84) 3205-4202.

Também é possível pegar qualquer ônibus Natal-Macau do mesmo Expresso Cabral e parar no trevo de entrada para Galinhos na BR 406. Você vai precisar combinar um traslado com a sua pousada; o carro para até 4 pessoas do trevo a Pratagil deve custar R$ 50.

A rodoviária de Natal fica na Av. Capitao Mor Gouveia, 1597, no bairro de Cidade Esperança (tel. 84 3205-2931. Um Uber do bairro de Ponta Negra à Rodoviária vai custar menos de R$ 20. Na rodoviária, as passagens do Expresso Cabral são vendidas no guichê Transpasse.

De trânsfer

Sua pousada em Galinhos pode organizar seu traslado, desde o aeroporto ou seu hotel em Natal, por preços entre R$ 350 e R$ 450 (dependendo do carro) para até 4 pessoas.

Aproveitando um tour organizado

O passeio de dia inteiro a Galinhos é oferecido por todas as grandes agências de turismo receptivo de Natal. Custa desde R$ 100 por pessoa. Se você está sozinho ou viajando em dupla, é uma maneira eficiente e confortável de ir a Galinhos. Você vai precisar comprar dois passeios -- um para o dia da ida, outro para o da volta -- e combinar com a agência o horário e o ponto de encontro para o dia da volta (normalmente os passeios saem de Galinhos entre 15h e 16h).

No passeio da ida, você já aproveita para fazer o tour completo (mangue, salina, dunas e bugue). Fique dias suplementares para descansar e entrar no ritmo super-slow de Galinhos. Nesse esquema, você vai ser buscado no seu hotel em Natal e devolvido também em algum hotel. Não serve para voltar de Galinhos direto para o aeroporto.

Pela areia

É preciso registrar a alternativa de chegar pela areia -- mas, pessoalmente, não recomendo. Considero o hábito de viajar pela praia, tão arraigado no Rio Grande do Norte e no Ceará, antiecológico e perigoso. Sou a favor da delimitação estrita de áreas para tráfego de bugues de passeio, fora das orlas de vilarejos ou de praias freqüentadas por banhistas.

Há agências que organizam a travessia de Natal a Fortaleza pela beira do mar, em três ou quatro dias. É também um passeio de bugue muito oferecido em São Miguel do Gostoso.

De 4x4, é possível evitar a travessia saindo da BR 406 logo depois de João Câmara, até a cidade de Caiçara do Norte, seguindo por mais 30 km pela areia, na maré baixa. Motoristas de Galinhos sabem como ir de Pratagil a Galinhos atravessando a salina, num percurso de 15 km off-road (não-recomendável para quem não conheça a região).

Vindo do Ceará

Galinhos está a 460 km de Fortaleza e 300 km de Canoa Quebrada.

Saia de Fortaleza pela CE 040 e prossiga na direção de Natal pela BR 304. Saia da BR 304 em Itajá e siga pela RN 118 (uma estrada da Petrobrás) até a RN 406, onde você continua no sentido Natal até a entrada para Pratagil/Galinhos.

Onde ficar em Galinhos

No píer há sempre charretes a postos para levar passageiros com bagagem. Cobram R$ 10 até a sua pousada.

No lado do braço de mar

Chalé Oásis

Chalé Oásis

Chalé Oásis

Para além de ser mais fofa das pousadas de Galinhos, a Chalé Oásis é também a mais bem-localizada: ao desembarcar, você não caminha nem 50 metros desde o trapiche. Provavelmente você encontrará na recepção os afabilíssimos Clara e Joca, que há 14 anos trocaram Portugal pelas areias de Galinhos.

Seu Chalé Oásis é uma vila de casinhas coloridas de madeira, postadas em torno de um jardim miraculosamente bem cuidado. As melhorias são uma constante: recentemente, a pousada ganhou uma nova piscina (com jacuzzi aquecida), e dois novos chalés (grandes e de alvenaria). O serviço é cortês e competente, mesmo nos breves períodos em que o casal não está na península.

A cozinha é um destaque da casa -- tanto no cardápio do jantar, que tem espaço para receitas regionais portuguesas, quanto no café da manhã, que oferece de cuscuz a leite-creme (a crème brûlée lusa). A carta de vinhos tem rótulos portugueses escolhidos pelo Joca e vendidos a preços bastante razoáveis. Um mirante e um gazebo convidam a curtir a brisa e o visual do braço de mar. Nota no Booking: 9,1 (julho/2020).

Amagali

Pousada Amagali

Pousada Amagali

Para os padrões de Galinhos, a pousada Amagali é praticamente um resort: está num terreno enorme, á beira do braço de mar (a 400 metros do píer; vá de charrete). Um predinho de três andares (o arranha-céu da península) abriga 12 apartamentos (que estão com visual diferente da foto; as paredes agora são brancas). As acomodações mais charmosas são os dois chalés branquinhos com vista para o braço de mar. A piscina é uma lindeza; o restaurante serve pratos regionais e italianos. Nota no Booking: 8,4 (julho/2020).

Na vila

Made in Aqui

Pousada Made in Aqui

A simpaticíssima Made in Aqui foi montada por um casal franco-brasileiro numa estrutura que já existia.

É tudo muito bem-resolvido: a decoração criativa e a qualidade dos equipamentos conferem um belo upgrade a instalações simples. O quintal, também supertransado, está à sombra de uma velha amendoeira. O restaurante fica no segundo andar e funciona à noite como bar e pizzaria. Fica mais perto do mar do que do píer.

Mas o grande destaque da Made in Aqui é um sistema de filtragem que faz com que a água do chuveiro não pareça salobra. Testado e aprovado! Nota no Booking: 8,9 (julho/2020).

À beira-mar

Brésil Aventure

Brésil Aventure

Uma das pioneiras do pedaço, a Brésil Aventure é acima de tudo o camarote para assistir ao pôr do sol. O destaque são as áreas sociais com vista para o mar: o avarandado do bar e o mirante. As acomodações são básicas; há uma piscina, mas sem vista.

A pousada já conheceu dias melhores: a nota modesta no Booking indica que há ajustes a fazer. Nota no Booking: 7,5 (julho/2020).

Em Galos

Peixe-Galo

Pousada Peixe Galo

Pousada Peixe-Galo

A 5 km de Galinhos, a Peixe-Galo é bem-montada e tem uma linda piscina de frente para o braço de mar e as dunas. Sua vantagem é que a água em Galos não é salobra como a de Galinhos. Nota no Booking: 9 (julho/2020).

Onde comer

Frutos do Mar/Slow Food

Restaurante Frutos do Mar/Slow Food

Frutos do Mar/Slow Food

O chef Lourimar Neto é a celebridade gastronômica de Galinhos. Seu Frutos do Mar/Slow Food funciona no salão da sua casa. Os carros-chefe são as moquecas e o polvo à lagareira. É bom reservar.

Frutos do Mar/Slow Food | Rua Prefeito Walfran Ribeiro (atrás do Correio) | Tel. (84) 99443-2228 | Instagram

Restaurantes de pousadas

As pousadas de Galinhos têm restaurantes de ótimo padrão. Servem também não-hóspedes (ligue antes de ir). No cardápio, pratos à base de peixe, frutos do mar, carne e massas. A pousada Made in Aqui tem uma pizzaria.

Chalé Oásis

Restaurante Chalé Oásis

Chalé Oásis | Tel. (84) 3552-0024 | Instagram

Amagali

Restaurante Amagali

Amagali | Tel. (84) 3552 0083 | Instagram

Made In Aqui (A Cantina)

Pizzaria Made In Aqui

Made in Aqui | R. Pref. Walfredo Ribeiro, 176 | Tel. (84) 99405-4834 | Facebook

Brésil Aventure

Restaurante Brésil Aventure

Brésil Aventure | R. Senador Dinarte Mariz, 123 | Instagram

Restaurante da Irene

Restaurante da Irene

Restaurante da Irene

Em Galos, o mais concorrido da hora do almoço é o buffet do Restaurante da Irene.

Restaurante da Irene | R. Candelaria, 9795 - Praia de Galos | Tel. (84) 99167-6945 | Facebook

O que fazer em Galinhos

No braço de mar

A caminho do mangue

Os dias em Galinhos passam preguiçosamente, na praia da vila ou no braço de mar. Tire um dia para fazer o passeio de barco pelo mangue, salina e dunas.

Passeio de barco

Passeio de barco em Galinhos

O passeio essencial de Galinhos é um verdadeiro circuito pelo braço de mar. O barco sai da vila e passa por um mangue viçoso -- até aí, nada diferente dos passeios de barco de outras praias. Só que o mangue é caminho para algo inusitado: a salina de Galinhos, uma magnífica duna de sal (que pode passar por montanha nevada se você caprichar no ângulo da foto). Na continuação do passeio, voltando pelo mesmo mangue, haverá uma parada para o barqueiro capturar o peixe-morcego, uma criatura pré-histórica que logo será devolvida à água. A próxima parada é junto à Duna do Capim, num visual meio Lençóis Maranhenses. Ali é a parada para banho. Dali o barco segue ao vilarejo de Galos, que é a parada do almoço, e finalmente de volta a Galinhos.

Este é o circuito básico, oferecido nos passeios bate-volta desde Natal e que pode ser contratado com barqueiros locais a partir R$ 200 por barco. Mas o passeio pode ser incrementado: nas dunas haverá bugueiros de plantão para oferecer o passeio de bugue das dunas a Galos (para a parada de almoço) e de lá a Galinhos. Ao chegar em Galinhos, quem quiser pode fazer o passeio de charrete até o farol. Bugue, almoço em Galos e charrete são pagos à parte.

Passeoi de barco do Júnior Tubarão

Passeio de barco do Júnior Tubarão

Querendo algo mais exclusivo, com toques sofisticados, recomendo os passeios do Junior Tubarão. Junior tem dois barcos que fazem apenas passeios privativos. Na parada do mangue, o marinheiro mergulha para colher ostras que serão servidas mais tarde. O almoço é servido na parada da duna: ostra, ceviche feito na hora, frutas. Os passeios vespertinos terminam com uma fogueira acesa na duna ao pôr do sol.

Junior Tubarão

O Júnior

Passeio de barco do Júnior Tubarão
  • WhatsApp: (84) 98115-2772
  • Passeio para 2 pessoas: R$ 350
  • Passeio para 3 pessoas (limite máximo por barco na pandemia): R$ 510
  • Bebidas cobradas à parte
  • Instagram

Passeios de bugue e charrete

Passeio de charrete

Passeio de charrete

Os passeios de bugue, a Galos e às dunas do Capim, começam em R$ 60; o passeio de charrete até o farol ao entardecer sai R$ 30.

54 comentários

Rita Criscio
Rita CriscioPermalinkResponder

Galinhos fica a 180 km de Natal é distante mas vale a pena!! um vilarejo pequeno com uma lina praia e o por do SOL MAIS LINO DO RN, a beleza as salinas e de doer os olhos.
Galinhos é encantador!!

leta
letaPermalinkResponder

O paraíso na terra, amei.....quero voltar a ir. LR

paulita
paulitaPermalinkResponder

Olá, vou para Galinhos em fevereiro. Já tenho tudo acertado, mas falta definir como sair de Natal e chegar lá. Sei do ônibus que sai alguns dias da semana às 6h da manhã, que me levaria até o trevo que dá para a cidade, mas alguém teria o contato de algum guia para esse trajeto? A pousada na qual me hospedei oferece o serviço, mas o valor é absurdo.

gracias!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulita! Você pode pegar um passeio comum em Natal e levar sua mala.

Wanderley
WanderleyPermalinkResponder

Breve quando visitar Galinhos, farei com prazer meus comentários

Daisy
DaisyPermalinkResponder

Simplesmente maravilhoso.
Um dois lugares mais apaixonantes que já conheci. Vale super a pena! O difícil é sair de Galinhos!
Um verdadeiro paraíso.

jose luiz de souza nobrega

Boa noite. Estaremos em S Miguel do Gostoso durante o carnaval e gostaria de saber qual é a distancia de São Miguel até Galos/Galinhos. Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Luiz! Temos essa informação no guia de Gostoso: https://www.viajenaviagem.com/destino/gostoso

Daniela
DanielaPermalinkResponder

Saudações Bóia smile

Visitei Galinhos e fiquei apaixonada.
Gostaria de encontrar outro lugar no Brasil com as mesma características... tranquilidade, pouca exploração, praias mais isoladas e boa hospedagem.
Conhece algum?
Valeu...abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniela! Talvez Cumuxuratiba, no sul da Bahia. Ou Santo André, perto de Porto Seguro.

https://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-santo-andre-porto-seguro-arraial-ajuda-trancoso-espelho-caraiva-corumbau-cumuruxatiba-prado-abrolhos

Também Algodões, na península de Maraú. Ou Moreré, em Boipeba, fora da temporada Natal-Ano Novo-Carnaval.

https://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-itaparica-morro-sao-paulo-boipeba-barra-grande-marau-itacare-ilheus-una-comandatuba-canavieiras

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Bom dia, estive em Galinhos no finalzinho de 2017, minha primeira vez, 3 dias, que entendo ser o ideal, sendo 2 para passear e 1 para nadar (verbo para indicar "fazer nada")... como vemos pelas fotos, o lugar é muito pitoresco, fiz o passeio de charrete ate Galos e fui ver o por do sol no Farol... lugar realmente especial e diferente, com certeza ainda voltarei... com relação a praia, do lado do mar, muita agitada, vento... assusta um pouco pra ir brincar com criança pequena... destaque para o caminho quando se esta chegando com o carro próximo ao estacionamento, a água que vem praticamente até a rodovia... impressiona, e aquelas espumas brancas passando sobre o asfalto pelo vento... o cheiro... mas tudo vale a pena

Maurício Morais

Parabéns pela matéria. Estive pela primeira e única vez em Galinhos a cerca de 15 anos. Estou com reservas na Pousada Amagali para a Semana Santa, de 29/03 a 01/04, e buscava informações atualizadas acerca de restaurantes, passeios, situação atual da cidade,etc., e encontrei TUDO que queria aqui. Realmente um verdadeiro Raio X de Galinhos.

Junior
JuniorPermalinkResponder

Estou indo pra Galinhos em junho, mais não estou encontrando translado de Natal aeroporto pra Galinhos. Alguém conhecem quem faz e pode mandar contato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Junior! O melhor é conseguir por meio da sua pousada. Se achar muito caro, pode pegar um passeio organizado e levar a mala.

Helder
HelderPermalinkResponder

Ola, vou ficar somente em Natal, sera que ficaria muito corrido pra ir de madrugada e voltar a tardezinho ou de noite pra Natal???
Sera que vale a pena (consigo aproveitar algo)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helder! Se for fazer bate-volta, vá em tour organizado.

Helder
HelderPermalinkResponder

Opa, Obrigado pela resposta, mais ja que respondeu sera que teria outra dica pra mim.
É o seguinte eu irei chegar em Natal dia 17/09 (segunda feira)
vou ficar 10 dias em Natal, e gostaria de passar uma diaria em Galinhos, mais ta difiil de encontrar transfer, e as pousadas cobram um absurdo, e como a gente tem que viajar ja meio tudo reservado ta complicado, teria mais alguma dica? chegaria no aeroporto la pelas 13:30.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helder! No item Como chegar listamos todas as maneiras que conhecemos de chegar a Galinhos. Não é porque você está perguntando que a gente vai inventar uma nova.

(Por que as pessoas acham que, insistindo, vão arrancar da gente um jeitinho?)

Por favor, leia:
https://www.viajenaviagem.com/destino/galinhos/#chegar

Raphaela
RaphaelaPermalinkResponder

Olá! Vou a Galinhos em outubro e gostaria de dividir a hospedagem em Galinhos e Galos para curtir mais a península dos dois ângulos, caminhar. Você acha que vale a pena? Dá pra fazer esse deslocamento entre os vilarejos? Abçs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raphaela! Será uma caminhada de uns 45 a 60 minutos.

Vivian Talita Pereira

Gostaria de saber se para optar ir a Galinhos, é precido ficar atento à fase da lua. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vivian! A lua não influencia nenhum passeio em Galinhos. A influência da lua é apenas em piscinas naturais.

Marina
MarinaPermalinkResponder

Olá! Estou cogitando Galinhos para o Ano Novo, na expectativa de algo BEM calmo. Acham furada? Será que preciso fechar algum passeio com antecedência?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marina! Não temos relatos recentes, mas deve ser perfeito para fugir de muvuca.

Francielle
FranciellePermalinkResponder

Estamos na mesma vibe.

Reynoulds Felipe PATRIOTA Silveira

Olá, meu nome é Reynoulds Felipe, eu sou o coordenador operacional da Associação de Barqueiros de Galinhos.

Essa informação dos barcos está desatualizada, os barcos aqui saem a qualquer hora desde que haja passageiros, e a passagem custa 4,00 R$ (à partir de 8 passageiros, não havendo 8 passageiros se paga o frete de 30,00 R$).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Reynoulds! Obrigada pela atualização, já corrigimos no texto.

Helena
HelenaPermalinkResponder

Ida e volta no mesmo dia = 100,00 pela SMG turismo +55 84 9907-1846

Lúcia Meyer
Lúcia MeyerPermalinkResponder

O local é de uma beleza impressionante. O passeio de barco é imperdível o que compensa a água da cidade que é salobra. Porém a política para a travessia deve ser mais clara. Tendo em vista que para irmos pagamos R$ 4,00 e para voltarmos fomos deixados no cais com nossas bagagens por um barqueiro, tentando nos " passar " para outro barqueiro que nos cobrou R$ 30,00. A alegação foi que existe um barco para os " nativos" e que nós, turistas, queriamos ocupar seus lugares.Deveriam existir cartazes explicando o valor das tarifas.

Paulo de Tarso

Quer sossego: Quarta ou Quinta praia de Morro de São Paulo,; praia dos Carneiros / Pe; ponta do Corumbau/BA.; boa viagem

Cibelli aparecida rosa

Olá! No post sobre Gostoso li sobre a possibilidade de fazer um passeio de um dia a Galinhos. Vale a pena dividir as estadias ficando por exemplo 2 noites em Gostoso e 2 em Galinhos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cibelli! Galinhos é um destino bem mais rústico, sem o ambiente cosmopolita de Gostoso. Mas a praia é bem melhor para quem não faz wind ou kite. Depende do seu estilo, Galinhos é um lugar bastante peculiar.

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Boa noite! O passeio de bugue vai até a região das salinas também? Não entendi bem esse passeio de bugue a galos e as dunas do capim saem de galinhos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandra! O passeio de bugue pode ser combinado com o passeio fluvial. O barco leva até as dunas e lá você embarca no bugue para continuar a Galos e Galinhos. Custará à parte.

Você também pode contratar um passeio de bugue em Galinhos, para fazer apenas a a praia e as dunas. Bugues não chegam à salina.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Fiquei 4 dias em Galinhos agora, em outubro! Antes de ir, entrei neste site para conferir as dicas e agora gostaria de compartilhar as informações! Nos hospedamos na pousada Amagali, que é muito boa e fica de frente para a parte de mar voltada para o continente. Para chegar lá, pegamos um transfer do aeroporto de Natal, que a pousada reservou. O carro não chega até Galinhos. O motorista nos deixou em um píer/estacionamento, e depois pegamos um barco. A travessia dura mais ou menos 15 minutos e custa R$ 30,00. A pousada é perto do píer, mas como estávamos com malas de rodinha, contratamos uma charrete para leva-las. Logo quando desembarcamos, um moço já nos abordou oferecendo os serviços da charrete. A cidade é boa para quem deseja sossego. Nesta época do ano, venta bastante. A opção de restaurantes é escassa. De todo modo, acho que algumas pousadas servem almoço/jantar para não-hóspede. Tem um restaurante chamado Frutos do Mar que é bom. Fizemos um passeio de barco na parte do mar voltado para o continente, passando por uma salina, viveiro de ostras, dunas, com almoço incluído. Na parte da cidade voltada para o oceano, a praia é bem extensa. No final dela há um farol. É possível caminhar até lá, e tb dá para ir de charrete, no fim da tarde, para ver o pôr do sol.

daniela
danielaPermalinkResponder

Oi, Cristina, li aqui que a travessia com os barcos custa 4,00 reais...vc pagou 30 não tinha mais ng com qm dividir ou esse é o valor padrão?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniela! O valor de R$ 30 é cobrado quando você "freta" o barco, sem esperar pela saída "regular".

LUCIANA GOMES PACHECO

Vou à galinhos no período de 13 a 15.12.19... vou me hospedar em em Galos na pousada peixe Galo e estou com dúvidas.... de Pratagil faço a travessia para Galinhos e a Galos, como chego? Ainda, vi que os passeios saem de Galinhos há como contrata-los com saída por Galos? Estou confusa...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! Sua pousada dará todo apoio, entre em contato com eles.

Livia
LiviaPermalinkResponder

Amigos, acho necessário revisar o post no que diz respeito a pousada Bresil Aventure, acabamos de sair de lá, mesmo sem que nossas diárias tivessem vencido. As áreas comuns são realmente espetaculares para ver o por do sol e o mar, mas a pousada está completamente abandonada, quarto cheirando a esgoto, moscas aos montes no local onde o café da manhã é servido, pessoas de fora circulam na área dos quartos, depois das 21 horas não tem mais nenhum funcionário até a manhã seguinte e as áreas cobertas viram point local, a música é altíssima e a equipe é muitíssimo mal orientada, ainda que tentem ser prestativos. Preferimos arcar com esse prejuizo, pq o preço não é nada em conta, a ter mais dor de cabeça. Beijos!

Ricardo Freire

Puxa Livia, lamento muito. E agradeço ainda mais o relato e a sua boa vontade. Estou atrasado com a atualização deste guia, e pelos novos critérios do blog esta pousada, apesar da ótima localização, já não constaria mais, por ter nota abaixo de 8 no Booking. O seu depoimento apenas reforça essa nova orientação. Desculpe não ter atualizado a tempo de você evitar esse dissabor.

Livia
LiviaPermalinkResponder

Vc é nosso guru! Para onde mandamos currículo? ? Beijos

patricia esteves

Pretendo ir final de abril e começo de maio para SMiguel do Gostoso e agora lendo o relato de Galinhos me encantei .. tenho 7 dias somente . Não pratico kite nem wind recomenda mais dias em Galinhos ? Estarei com mais 4 pessoas , logo o aluguel de carro é fundamental .. conseguimos fazer mais passeios por conta ? obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Não será época de vento, logo não haverá wind ou kite. É época chuvosa também.

Denise Santos Vilella

Bom dia! Vamos a Galinhos em outubro, e estamos pensando em alugar um carro, pois de Galinhos vamos para São Miguel do Gostoso.
O estacionamento em Galinhos é privado, é pago? Se sim, ficaremos mais seguros em deixar o carro lá. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Denise! O estacionamento em Galinhos (Pratagil) não é pago, mas é super seguro. A cidade inteira usa sem receio. Acredito que deva haver algum tipo de vigilância municipal.

Denise Santos Vilella

Bom dia!
Obrigada pelas informações.

ivan
ivanPermalinkResponder

O RN com seu litoral encantado guarda tesouros pra quem ama a natureza; um deles é Galinhos. Quem puder tb visite a Reserva Ponta do Tubarão, lá tem vilarejos com pousadas simples e paisagens preservadas por lei de raríssima beleza.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Oi! Iremos agora em Outubro (ainda em meio a pandemia), pelo que entendi, podemos ir de carro, até Pratagil, deixar o carro lá e ir de barquinho para Galinhos, de lá, temos como nos locomover na cidade? Tem agente de passeios assim que saimos do barco? (ou obrigatoriamente temos que passar uma noite para ter orientação de alguma pousada:?)
Outra dúvida, tem algum passeio que permite 'nadar' na parte das salinas (tipo, para flutuar na agua?)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carolina! Para entrar na cidade você precisa ter uma reserva em pousada ou um passeio previamente arranjado. Se não tiver, pode combinar um passeio com um barqueiro no píer, mas ficará na dependência de haver disponibilidade.

Você pode nadar onde quiser no braço de mar. Não há nenhuma vantagem em nadar próximo à salina. O mar não é mais salgado ali; não há "flutuação" como no Mar Morto, se é isso que você estava pensando.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Perfeito!! Muito Obrigada!!!

Paula
PaulaPermalinkResponder

Obrigada pelas dicas!! Estamos em São Miguel do Gostoso e agendamos um passeio em Galinhos. Como nosso guia brincou, é Galinhos do Paraíso. O lugar é maravilhoso e sem dúvida compensou as 2h de estrada! Se alguém estiver hesitando, nossa dica é que faça esse pequeno esforço. Com 15 minutos de passeio já tinha valido a pena!

Seguimos a dica e procuramos o Júnior. Ele não tinha agenda e indicou o Dário. Deixo aqui a indicação porque foi um guia espetacular! Deu uma aula sobre o local e tudo com muito bom humor e disposição. Foi super legal ver sua preocupação com a preservação ambiental. Torcemos pra que todos tenham a mesma pegada para ajudar a preservar esse paraíso! Dário da @solemargalinhos (insta) 84 99421 9026

Muito obrigada, Riq e Bóia!! Super dica!!

Cristian Dias
Cristian DiasPermalinkResponder

Olá Bóia !

Estou planejando para Outubro / 2021 uma viagem com destinos: Natal, Pipa e João Pessoa, não necessariamente nesta ordem. Há o feriado de 12/outubro no meio desta viagem, será um "feriadão" já que cai na terça-feira, já observei pelas dicas aqui que devo evitar a todo custo PIPA neste período. Galinhos seria uma boa opção para o Feriado? Ou as Capitais seriam melhores opções?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristian! Galinhos não enche nunca. Capitais são boas opções em feriados. Pipa fica muito lotada e barulhenta.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Atenção: Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 23 de novembro.
Cancelar