Como viajar de carro de São Paulo a Búzios e Arraial do Cabo (direto ou com paradas)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

São Paulo a Búzios e Arraial do Cabo de carro

Prainhas do Pontal do Atalaia, Arraial do Cabo

São Paulo a Búzios e Arraial do Cabo de carro

Está evitando viajar de avião? Pegue o carro. O charme de Búzios e o mar estonteante de Arraial do Cabo estão a 8 horas de estrada de São Paulo. Veja como fazer a viagem de São Paulo a Búzios ou Arraial do Cabo pelo caminho mais seguro, e como organizar paradas no Rio, na Rio-Santos e na Serra com o maior proveito possível:

São Paulo a Búzios e Arraial do Cabo direto

O caminho, passo a passo

São Paulo está a 600 km de Búzios e a 590 km de Arraial do Cabo.

São 8 horas de percurso. Fazendo três paradinhas para esticar as pernas, dá pouco mais de 9 horas de viagem. Se você sair de São Paulo cedinho, chega a Búzios ou Arraial do Cabo no meio da tarde.

A estrada é totalmente duplicada até São Pedro da Aldeia. Haverá pedágios na Ayrton Senna, Carvalho Pinto, Dutra, Ponte Rio-Niterói e Via Lagos.

1. Saia de São Paulo pela SP 070 (Ayrton Senna + Carvalho Pinto) e siga até a BR 116 (Dutra)

2. Siga pela Dutra até a saída para a Linha Vermelha na cidade do Rio de Janeiro

3. Continue pela Linha Vermelha e continue pela Ponte Rio-Niterói

4. Siga pela Niterói-Manilha (BR 101). Saia em Rio Bonito para pegar a Via Lagos

5. Ao fim da Via Lagos, em São Pedro da Aldeia:

  • Continue pela RJ 140 a Cabo Frio e Arraial do Cabo
  • Saia pela RJ 106 até a saída para Búzios

Voltar | Topo

Tem como evitar a Linha Vermelha?

Mais de 100 mil veículos passam todos os dias pela Linha Vermelha, e 99,99% dos motoristas e passageiros não presenciam nada mais grave do que engarrafamentos.

A alternativa para não atravessar o Rio de Janeiro pela Linha Vermelha seria usar o Arco Metropolitano, que passa por fora do Grande Rio. Só que, vai por mim: é cilada.

Primeiro, porque o trecho construído e duplicado do Arco (até Magé) é -- esse sim -- superperigoso: ermo, com poucos postos de gasolina, é campeão em roubos de carga. E depois, porque o trecho final, entre Magé e Manilha, nunca ficou pronto, e os escombros da obra inacabada de duplicação atrapalham o trânsito.

A mais importante dica de segurança é: evite chegar a Niterói na hora do rush da tarde. Quando engarrafa, o trecho Niterói-Manilha fica sujeito a assaltos.

Voltar | Topo

Quantos dias em Búzios e Arraial do Cabo?

De São Paulo a Búzios de carro: praia da Ferradurinha, Búzios

Praia da Ferradurinha, Búzios

Se você se contenta com um rolê por todas as praias, 1 dia em cada cidade pode ser suficiente. (Mas torça para fazer sol nesse único dia, senão vai dar ruim no Instagram.)

Recomendamos 4 noites como permanência mínima ideal. Neste caso, monte base em Búzios e tire um dia para um passeio de barco em Arraial do Cabo (veja os detalhes aqui).

Para explorar as praias com alguma calma, fique 3 a 5 noites em Búzios, complementando com 2 noites em Arraial do Cabo no meio da semana (veja os detalhes aqui).

Voltar | Topo

Roteiros Búzios + Arraial do Cabo

Qual é a sua praia? Búzios ou Arraial do Cabo?

Búzios

→ Pontos altos: diversidade de praias, ótimos restaurantes e pousadas, charme urbano

→ Pontos baixos: hospedagem mais cara, superlotação nos feriados

Arraial do Cabo

→ Pontos altos: praias espetaculares, bom custo x benefício

→ Pontos baixos: hospedagem básica, cidade pouco atraente, superlotação nos fins de semana e feriados

Pegadinhas da pandemia:

Por causa da pandemia, há barreiras sanitárias na entrada das duas cidades. Para entrar em Búzios é preciso apresentar comprovante de hospedagem reservada (QR code emitido pela pousada). Para entrar em Arraial do Cabo é preciso apresentar comprovante de hospedagem ou de passeio comprado (QR code emitido pela pousada ou pela operadora de passeios).

Desta maneira, enquanto vigorarem essas barreiras, quem está hospedado em Búzios poderá entrar em Arraial do Cabo portando um QR code de passeio comprado -- mas quem está hospedado em Arraial do Cabo não pode tirar um dia para passear em Búzios.

Em Búzios a permanência nas praias é proibida nos fins de semana -- mas é permitido ficar nos quiosques fora da areia.

Com 3 dias (4 noites)

Monte base em Búzios. Durma 4 noites para ter 3 dias livres para passear.

No dia da chegada, faça o check-in no hotel e depois vá passear na Orla Bardot.

Mais dias

Voltar | Topo

Onde ficar em Búzios

São Paulo a Búzios de carro: hotel Vila da Santa

Hotel Vila da Santa, Praia dos Ossos

A Bóia recomenda: onde ficar em Búzios

Centro: Orla Bardot & Morro do Humaitá

Vila do Mar (charme buziano vintage)

Casas Brancas (despojado-chic, a piscina com vista mais bonita)

Vila d'Este (aconchegante, cara de lua de mel)

Praia dos Ossos (acesso para Azeda e Azedinha)

Vila da Santa (o mais novo hotel-boutique)

La Chimère (ótimo custo x benefício)

João Fernandes

Ville La Plage (quartos grandes, clube de praia próprio)

Ferradura

Vila Baobá (bons preços na praia mais 'família')

Geribá

Serena Búzios (bem montado, a duas quadras da praia)

Repouso do Guerreiro (econômica, perto da praia)

Veja também:

casas para alugar em Búzios

→ Nossa seleção completa de onde ficar em Búzios

Voltar | Topo

Onde ficar em Arraial do Cabo

De São Paulo a Arraial do Cabo de carro: Pousada da Prainha

Pousada da Prainha

Perto do Pontal do Atalaia

Vila Turquesa (dentro do condomínio do Pontal do Atalaia)

Praia dos Anjos (Centro)

Hotel Praia dos Anjos (quartos e ambientes sociais mais charmosos que a média)

Orlanova Boutique (quartos amplos, decoração clean)

Canto da Canoa (apartamentos com cozinha compacta e vista vertiginosa para o mar)

Prainha (entrada da cidade)

Pousada da Prainha (ambientes agradáveis, a duas quadras da beira-mar da Prainha)

Ocean View (à beira-mar na Prainha).

Veja também:

casas para alugar em Arraial do Cabo

→ Nossa seleção completa de onde ficar em Arraial do Cabo

Voltar | Topo

Parando no Rio (na ida ou na volta)

Parada no Rio de Janeiro entre São Paulo e Búzios de carro - Boulevard Olímpico

Mural Etnias no Boulevard Olímpico

Distâncias (Centro)
  • De São Paulo: 435 km (5h30)
  • A Arraial do Cabo: 170 km (2h50)
  • A Búzios: 180 km (3h)
  • A Angra dos Reis (centro) 160 km (2h30):
  • A Paraty: 190 km (4h10)

Por que escolher parar no Rio de Janeiro?

Objetivamente, o Rio de Janeiro é a melhor parada 'técnica' para quem vai de São Paulo a Búzios a Arraial do Cabo de carro e não quer fazer um trajeto muito longo. Saindo no dia seguinte depois do café da manhã, você chega a Búzios ou Arraial por volta do meio-dia (dá para deixar a bagagem na pousada e já sair para a praia).

Querendo ficar mais alguns dias, passeios e atividades não vão faltar.

Permanência mínima:

Prainha Rio de Janeiro

Praias da Zona Oeste: para curtir na volta, a caminho da Rio-Santos

Como parada técnica, 1 noite. Saindo cedo de São Paulo, dá inclusive para fazer alguma turistagem. Veja o roteiro A parada de 1 dia mais proveitosa no Rio.

Ficando 2 noites você terá um dia livre para passear no Cristo Redentor e no Pão de Açúcar ou explorar as novas atrações do Boulevard Olímpico.

Com 3 a 4 noites, já dá também para combinar visitas a atrações com um pouco de praia.

Caso você queira parar na volta para seguir viagem pela Rio-Santos, vale a pena parar 2 ou 3 noites na região da Barra da Tijuca. Veja o roteiro Parada na Barra, a caminho da Rio-Santos.

A parada de 1 dia mais proveitosa no Rio

Quer transformar a sua parada técnica no Rio numa parada proveitosa, com direito a alguma boa turistagem?

→ Chegue até as 14h no Rio (saindo de São Paulo às 8h, parando para um lanchinho no caminho, você chega).

→ Hospede-se no Prodigy Santos Dumont. Por estar na região central, você praticamente não vai sair da rota mais direta à Região dos Lagos. O estacionamento, apesar de caro (R$ 72), vai compensar pela máxima conveniência logística desta localização.

→ Pegue o VLT (ponto final a poucos metros do hotel) e siga até o Boulevard Olímpico. Salte na Parada dos Navios (12 min.) para admirar o mural de Eduardo Kobra. De lá dá para ir caminhando ao M.A.R. e Museu do Amanhã (compre ingresso online se quiser visitar algum dos dois). O VLT também leva à Confeitaria Colombo (parada Sete de Setembro).

→ Volte com o VLT e admire o pôr do sol na Baía de Guanabara (com o Pão de Açúcar ao longe) do terraço da piscina do seu hotel.

→ Jante no restaurante Xian, que é vizinho do hotel no Bossa Nova Mall (fecha às 22h).

→ No dia seguinte, você estará a meros 10 minutos do acesso à Ponte Rio-Niterói.

De nada.

Hotéis no Rio com estacionamento fácil:

Prodigy Santos Dumont

Café da manhã no hotel Prodigy Santos Dumont

Centro

Prodigy Santos Dumont: num shopping ao lado do aeroporto Santos Dumont,
com vista para a Baía de Guanabara e acesso ao VLT, que leva às atrações do Centro. Estacionamento no bolsão do shopping: R$ 72 por dia.

Novotel Santos Dumont: outra opção para não desviar da rota. Para jantar, chame um Uber. Estacionamento no prédio: R$ 39 por dia.

Largo do Machado

Petit Rio: ótimo custo x benefício. Relativamente central, a duas quadras do Largo do Machado (metrô e ponto de embarque para as vans oficiais ao Cristo Redentor). Estacionamento em frente: R$ 30 por dia.

Botafogo

Ibis Styles Botafogo: bom custo x benefício. Em zona boêmia e em frente ao metrô. Estacionamento no subsolo: R$ 25 por dia.

Copacabana

Windsor Martinique: excelente custo x benefício no Posto 5 em Copacabana, a meia quadra da praia. Caretão mas com ótimo serviço. Estacionamento no subsolo: R$ 25 por dia.

Ipanema

Own Ipanema Visconti: a 1 quadra da praia e da Praça Nossa Senhora da Paz (metrô), no melhor ponto de Ipanema. Estacionamento no prédio: R$ 30 por dia.

Leblon

Promenade Palladium: confortável, a duas quadras da praia e da rua Dias Ferreira. Estacionamento no prédio: R$ 45 por dia.

Parada na Barra, a caminho da Rio-Santos

Hospede-se num desses hotéis com estacionamento próprio:

Laghetto Stilo Barra (beira-mar; estacionamento: R$ 36 por dia)
Grand Hyatt Rio (resort beira-mar junto à praia da Reserva; estacionamento: R$ 60 por dia)
C Design (beira-mar no Recreio; estacionamento: R$ 37 por dia)
Courtyard by Marriott Barra da Tijuca (bom custo x benefício na região do Parque Olímpico; estacionamento: R$ 30 por dia)
Laghetto Stilo Barra (num shopping gastronômico na av. das Américas; estacionamento: R$ 30 por dia)

→ Aproveite as praias da Reserva, Prainha, Abricó e Grumari

→ Visite o Sítio Burle Marx

→ Veja onde comer na Barra da Tijuca e Vargem Grande

→ Para sair da Barra à Rio-Santos, use a via Transolímpica (pedagiada) que vai do Recreio à av. Brasil. Não saia por Santa Cruz -- é um caminho muito lento.

Voltar | Topo

Com volta pela Rio-Santos

Está com tempo? Volte a São Paulo pelo litoral.

Saia do Rio de Janeiro pela av. Brasil. Tenha paciência, porque os engarrafamentos são constantes. A Rio-Santos começa ao final da avenida.

(Existe um caminho mais desimpedido, pela Dutra e Arco Metropolitano, via Seropédica. Mas o Arco Metropolitano é uma estrada erma e perigosa, não vale a pena arriscar.)

Escolha de duas a três bases para ficar uns dias. Veja a diferença entre cada uma delas, a permanência mínima recomendada e onde se hospedar:

Angra dos Reis

Coronavírus e turismo no Brasil: Praia do Dentista, Angra dos Reis

Praia do Dentista, Ilha da Gipóia

Distâncias:

Angra dos Reis é um município extenso. E além disso, parte do que costumamos chamar de 'Angra' (como o local onde está o Club Med Rio das Pedras) está em Mangaratiba. O local de hospedagem escolhido vai encurtar ou alongar o seu deslocamento.

Até o Club Med Rio das Pedras (norte do centro):

  • De Búzios: 280 km (4h)
  • Do Arraial do Cabo: 270 km (3h50)
  • Do Rio de Janeiro (Ipanema): 120 km (1h50)

Até o Fasano Angra (ao sul do centro):

  • De Búzios: 360 km (5h30)
  • Do Arraial do Cabo: 350 km (5h20)
  • Do Rio de Janeiro (Ipanema): 200 km (3h20)

Por que escolher parar em Angra dos Reis?

Faça uma parada na região de Angra se você quer ficar hospedado num resort, aproveitando a estrutura do hotel.

Monitore a previsão do tempo e, no dia mais bonito, faça um passeio de barco.

Não vale a pena ficar na região fora de resort ou condomínio. A hospedagem é básica, a cidade é bem feiosa e a instabilidade do tempo pode fazer você ficar de molho num lugar desinteressante sem poder nem ao menos fazer um passeio de barco.

Permanência mínima:

Fique no mínimo 2 noites em Angra, para ter um dia para fazer um passeio de barco (se São Pedro permitir).

Mas o ideal é ficar pelo menos 3 noites num resort, descansando e/ou aproveitando as atividades do hotel.

Onde ficar na região de Angra dos Reis:

Club Med Rio das Pedras - all-inclusive (o mais próximo do Rio e com a melhor estrutura)

Vila Galé Eco Resort Angra dos Reis - all-inclusive (praia calminha, ótima piscina, o resort mais em conta da região)

Fasano Angra (luxo total no condomínio do Frade)

Voltar | Volta pela Rio-Santos | Topo

Ilha Grande

Praia de Lopes Mendes, llha Grande

Praia de Lopes Mendes, Ilha Grande

Distâncias:

Por causa da pandemia, está proibido embarcar no cais de Conceição do Jacareí, que é o mais próximo da Ilha Grande. Você vai precisar ir até o cais de Santa Luzia, no centro de Angra dos Reis. Há estacionamentos junto ao cais que cobram R$ 30 a diária.

A barca Angra-Abraão parte às 15h30 (sábado e domingo, 13h30) e custa R$ 17. Outras embarcações (escunas e flex-boats) partem de hora em hora, com preços entre R$ 45 e R$ 60.

  • De Búzios: 320 km (4h40)
  • Do Arraial do Cabo: 310 km (4h30)
  • Do Rio de Janeiro (Ipanema): 160 km (2h30)

Por que escolher parar na Ilha Grande?

Faça uma parada em Ilha Grande se você quer contato com a natureza, fazer trilhas e passeios de barco.

Prepare-se para levar na esportiva a infra-estrutura precária. Faz parte da experiência.

Permanência mínima:

Fique pelo menos 3 noites, para ter dois dias livres para fazer dois passeios (por exemplo: Lopes Mendes num dia, Meia volta à ilha no outro).

Com mais dias, você pode fazer trilhas e passeios de barco mais focados.

Onde ficar em Ilha Grande:

Pousada Naturalia (ambientes charmosos, pé na areia no canto direito da praia, ar split)

Pousada Ruby (antiga Mara & Claude, pé na areia, reformada, ar split)

Asalem (luxo ilhéu, na praia do Abraãozinho)

Pousada Casablanca (próxima ao píer de chegada, ambiente fofo)

Pousada Tagomago (com vista panorâmica para o mar -- mas uma subida para chegar)

Pousada Casa Grande (pequeno sítio no meio da vila)

Voltar | Volta pela Rio-Santos | Topo

Paraty

Paraty exige contrato de adesão aos protocolos

Paraty vista do cais

Distâncias:
  • De Búzios: 420 km (6h20)
  • Do Arraial do Cabo: 410 km (6h10)
  • Do Rio de Janeiro (Ipanema): 260 km (4h10)
  • De Angra dos Reis (centro): 100 km (1h40)
  • A São Paulo: 300 km (4h)

Por que escolher parar em Paraty?

Faça uma parada em Paraty se você quer curtir nossa cidade histórica mais adorável, fazer passeios de barco, visitar alambiques e tomar banho de cachoeira.

É a parada onde o clima menos interfere: caso não faça sol, sempre vai sobrar o centro antigo para passear.

Permanência mínima:

Com 2 noites você tem um dia livre para passear de barco.

Com mais dias, dá também para aproveitar as praias de Trindade e fazer o circuito do Caminho do Ouro de alambiques e cachoeiras.

Onde ficar em Paraty:

Pousada Literária (a mais confortável do centro histórico)

Pousada Pardieiro (casinhas coloniais independentes em meio a um jardim tropical)

Arte Urquijo (pequenina, aconchegante)

Casa Turquesa (charmosíssima, junto ao cais)

Maris Paraty (ambientes clean, serviço elogiado, perto do centro histórico)

Selina Paraty (quartos grandes, espaço para co-work, perto do centro histórico)

Veja também:

→ Nossa seleção completa de onde ficar em Paraty

Voltar | Volta pela Rio-Santos | Topo

Ubatuba

Praias sem aglomeração: Puruba, Ubatuba

Praia do Puruba, Ubatuba

Distâncias:

Ubatuba-centro:

  • De Angra dos Reis (centro): 170 km (2h30)
  • De Paraty: 70 km (1h)
  • A São Paulo: 230 km (3h20)

Por que escolher parar em Ubatuba?

Faça uma parada em Ubatuba para explorar 70 km de praias, com direito a passeios de barco e trilhas que levam a cachoeiras.

Dica: o litoral ao sul do Centro, apesar de esconder algumas praias desertas, tem uma ocupação feia. As praias ao norte do Centro são mais preservadas e fáceis de visitar.

Permanência mínima:

Ficando 2 noites você vai ter, se o clima permitir, dois dias para passear.

Já na vinda você pode entrar na linda praia do Puruba (que pertence a um parque estadual) e depois voltar um pouco pela estrada para almoçar no vilarejo de pescadores de Picinguaba.

No segundo dia, vá à praia do Prumirim e faça um passeio de barquinho à Ilha do Prumirim.

Com mais dias, visite mais praias, como a dobradinha Praia do Félix + Praia das Conchas, a trilha para a Praia do Bonete (estique até a Praia do Cedro) ou o passeio de barco à Ilha Anchieta.

Onde ficar em Ubatuba:

Guest House da Lui (capricho a uma quadra e meia da praia de Itamambuca)

Pousada Todas as Luas (a mais estruturada de Itamambuca)

Pousada Bawa (no condomínio da praia do Félix, a 50 metros da areia)

Recanto Tangará (apartamentos com cozinhas compactas, no condomínio da praia do Prumirim)

Trakai Suites (novíssima em Itamambuca; a estrutura é de contêineres)

Voltar | Volta pela Rio-Santos | Topo

Ilhabela

Praia da Feiticeira, Ilhabela

Praia da Feiticeira, Ilhabela

Distâncias:

As balsas para Ilhabela partem do centro de São Sebastião. A partir do centro de Ubatuba a Rio-Santos fica bastante lenta, com muitos trechos urbanos (e lombadas eletrônicas).

É recomendável comprar a travessia com hora marcada no site da Dersa. A travessia leva 20 minutos.

Distâncias ao embarque da balsa em São Sebastião:

  • De Angra dos Reis (centro): 240 km (4h30)
  • De Paraty: 140 km (3h)
  • De Ubatuba (centro): 75 km (1h50)
  • A São Paulo: 200 km (3h)

Por que escolher parar em Ilhabela?

Faça uma parada em Ubatuba para o destino mais charmoso do litoral paulista, com prainhas de mar calmo e ótimos clubes de praia na costa voltada para o canal, e praias selvagens voltadas para o mar aberto.

Leve repelente: a ilha é habitada por mosquitos vorazes, os 'borrachudos'.

Permanência mínima:

Fique pelo menos 2 noites. Você vai ter um dia e meio para passear.

No dia da chegada, passe a tarde num clube de praia até o pôr do sol: Prainha do Julião (sul), Balena Club (Siriúba, norte), Tangará (Jabaquara, norte), Comandante Adriano (praia do Curral, sul).

No dia seguinte, pegue um passeio à praia selvagem de Castelhanos, na costa leste da ilha, ou curta outras prainhas voltadas para o canal.

Onde ficar em Ilhabela:

Ilhabela Pousada (piscina com vista, amplas áreas externas, perto da praia da Siriúba)

Porto Pacuíba (dos mais tradicionais da ilha, dá para ir a pé às praias do Viana e de Siriúba)

Vila Kebaya (na vila, perto de restaurantes; algumas suítes com hidro)

Vellin Ponta do Pequeah (bom custo x benefício, entre a balsa e a vila)

Barra do Piúva (perto da balsa, dá para mergulhar do deck do hotel)

Villa Galiileu (charmosa, perto da praia da Feiticeira)

Forte Rocha (arejada, perto da praia da Feiticeira)

DPNY (a mais badalada, pé na areia na praia do Curral -- recomendável apenas de 2ª a 5ª)

Voltar | Volta pela Rio-Santos | Topo

São Sebastião

Praia de Camburi, Rio-Santos, São Sebastião

Praia de Camburi

Distâncias:

As praias mais desejadas ficam ao sul do centro.

Maresias

  • De Angra dos Reis (centro): 270 km (5h10)
  • De Paraty: 170 km (3h30)
  • De Ubatuba (centro): 100 km (2h30)
  • Da chegada das balsas de Ilhabela: 27 km (40 min.)
  • A São Paulo: 170 km (3h10)

Camburi

  • De Angra dos Reis (centro): 285 km (5h30)
  • De Paraty: 185 km (3h50)
  • De Ubatuba (centro): 115 km (2h10)
  • Da chegada das balsas de Ilhabela: 52 km (1h)
  • A São Paulo: 155 km (2h50)

Barra do Saí

  • De Angra dos Reis (centro): 290 km (5h35)
  • De Paraty: 190 km (3h50)
  • De Ubatuba (centro): 120 km (2h15)
  • Da chegada das balsas de Ilhabela: 57 km (1h05)
  • A São Paulo: 155 km (2h50)

Juqueí

  • De Angra dos Reis (centro): 300 km (5h45)
  • De Paraty: 200 km (4h05)
  • De Ubatuba (centro): 125 km (2h25)
  • Da chegada das balsas de Ilhabela: 62 km (1h15)
  • A São Paulo: 145 km (2h40)

Por que escolher parar em São Sebastião?

Faça uma parada no litoral sul de São Sebastião para aproveitar praias com um bom equilíbrio de urbanização e preservação.

A escolha da base faz diferença na experiência. Se procura mais estrutura, escolha Juqueí (mais família) ou Maresias (mais agito). Para um menor vestígio de urbanização junto à praia, fique com Barra do Saí ou Camburi. Caso prefira se hospedar numa praia mais residencial, sem grande estrutura hoteleira ou de restaurantes, considere praias como Baleia, Toque-Toque Grande, Toque-Toque Pequeno e Guaecá.

Permanência mínima:

Se você vier de perto (Ubatuba ou Ilhabela), pode até passar apenas 1 noite e já curtir a praia escolhida antes mesmo da hora do check-in na pousada.

Com mais dias você pode visitar as praias vizinhas (são todas muito próximas!) e decidir qual você escolherá para sua próxima viagem.

Onde ficar em São Sebastião:

Pousada Canto do Camburi (charmosa e aconchegante em Camburi)

Nau Royal (luxo pé na areia em Camburi)

Juquehy La Plage (quartos grandes, piscina de frente para o mar em Juqueí)

Amora Boutique Hotel (ótima piscina, extensa frente para a praia em Maresias)

Pousada Tiê Sahy (boa piscina e restaurante na Barra do Saí)

Aldeia de Sahy (chalés com cozinha equipada na Barra do Saí)

Ilha de Toque-Toque (no alto do morro, com vista para Toque-Toque Grande)

Azul Maria (elegante, a 50 metros da praia da Baleia)

→ Veja também casas para alugar em São Sebastião

Voltar | Volta pela Rio-Santos | Topo

Com parada na Serra Fluminense (na ida ou na volta)

Não quer fazer um corridão de São Paulo até a Região dos Lagos, nem se interessa por uma parada no Rio de Janeiro? Então considere fazer uma parada na Serra Fluminense.

Escolha uma dessas bases:

Penedo

Distâncias:

Penedo está a apenas 7 km da BR 116 (Via Dutra). Das três paradas sugeridas, é a que oferece o menor desvio do caminho.

  • De São Paulo: 280 km (3h20)
  • Ao Rio de Janeiro: (Ipanema): 185 km (2h40)
  • Ao Arraial do Cabo: 330 km (4h40)
  • A Búzios: 340 km (4h50)

Por que escolher parar em Penedo?

Por estar ao lado da Dutra, Penedo uma conveniente parada 'técnica', para quem quer apenas evitar uma viagem muito longa. Seguindo viagem no dia seguinte depois do café da manhã, você chegará a Búzios ou Arraial na hora do check-in da sua pousada.

A cidadezinha (que é distrito de Itatiaia) é a única colônia finlandesa do Brasil, e tem um centrinho todo cenografado. Mas não está no alto da montanha (se você faz questão de uma parada de altitude, escolha Visconde de Mauá).

Permanência mínima:

Escolhendo Penedo apenas como parada técnica, dá para ficar apenas 1 noite sem problema. Visite o Museu Finlandês, fuce as lojinhas, jante uma truta ou experimente o menu escandinavo do restaurante Pequena Suécia.

Com 2 noites você vai ter um dia para passear na parte baixa do Parque Nacional de Itatiaia (aberto de 4ª a domingo), onde estão o Lago Azul e várias cachoeiras.

Onde ficar em Penedo:

Pequena Suécia (hotel mais tradicional da cidade, uma vila auto-suficiente, com restaurante)

Le Garden (a mais elegante do centro)

Villa Luna (ambiente campestre, boa piscina)

Hotel Britannia (boa estrutura, temática inglesa)

Voltar | Com Serra Fluminense | Topo

Visconde de Mauá

Distâncias:

Visconde de Mauá está a 30 km da BR 116 (Via Dutra), por uma estrada íngreme e tortuosa, mas asfaltada. Este trecho final é percorrido em 45 minutos.

  • De São Paulo: 300 km (4h20)
  • Ao Rio de Janeiro: (Ipanema): 210 km (3h20)
  • A Arraial do Cabo: 350 km (5h20)
  • A Búzios: 360 km (5h30)

Por que escolher parar em Visconde de Mauá?

Visconde de Mauá proporciona a experiência mais próxima da natureza entre as paradas sugeridas. Clima de montanha, mata preservada e, de brinde, muitas cachoeiras.

São três vilarejos: Mauá e Maromba, no estado do Rio (distritos de Resende), e Maringá, em Minas (distrito de Bocaina de Minas). Mauá e Maringá são separadas pelo Rio Preto (e unidas por uma pontezinha de pedestres, que abrevia o caminho da estrada).

Maringá é o vilarejo mais estruturado -- nos quesitos hospedagem, gastronomia e comércio.

Permanência mínima:

Não passe correndo. Se você escolher parar em Mauá, fique de 2 a 3 noites. Assim, você vai ter um ou dois dias inteiros para ir em busca das cachoeiras.

No primeiro dia, curta as cachoeiras de Santa Clara, o Poço da Maromba e o Escorrega.

Caso disponha de um segundo dia para passear, faça a trilha de 3 km que percorre 9 cachoeiras no Sítio Cachoeiras do Alcantilado.

Onde ficar em Visconde de Mauá:

Verde que quero ver-te (aconchegante e sofisticado)

Chalés Realli (conforto com pegada contemporânea)

Chalés Luz da Montanha (ambiente rústico, na Alameda Gastronômica de Maringá)

Pousada Magia da Montanha (cabanas com Jacuzzi na estrada das cachoeiras)

Voltar | Com Serra Fluminense | Topo

Petrópolis

Pousada Tankamana Petrópolis

Pousada Tankamana, Petrópolis

Distâncias:

O caminho mais seguro a Petrópolis é seguir pela Dutra (BR 116) e pegar a Linha Vermelha, como quem entra no Rio de Janeiro. Um pouco antes da Ilha do Governador haverá a saída para a BR 040 (Washington Luiz). A subida a Petrópolis fará você desviar 50 km do caminho direto a Búzios.

(O Google Maps vai indicar a BR 493 -- o Arco Metropolitano -- como o melhor caminho. Não é. É uma estrada erma e insegura, onde se registram muitos assaltos.)

  • De São Paulo: 460 km (6h10)
  • Ao Rio de Janeiro: (Ipanema): 75 km (1h10)
  • A Arraial do Cabo: 220 km (3h30)
  • A Búzios: 230 km (3h40)

Por que escolher parar em Petrópolis?

Enquanto a atração principal de Petrópolis -- o Museu Imperial -- não reabre, o atrativo maior de Petrópolis está nos seus arredores.

Escolha uma de suas ótimas pousadas de clima serrano para se recuperar do trecho mais longo da viagem ou para descansar na volta da praia.

Permanência mínima:

Quando o Museu Imperial reabrir, Petrópolis será uma interessante parada técnica de 1 noite. Chegando no começo da tarde, dá para visitar o Museu, emendar com um tour na Cervejaria Bohemia, jantar bem e seguir viagem na manhã seguinte.

(Enquanto isso não ocorre, veja esta solução redondinha de parada técnica no Rio de Janeiro.)

Enquanto isso não ocorre, pense numa parada de pelo menos 2 noites para curtir uma das pousadas bacanas nos arredores da cidade.

Onde ficar em Petrópolis:

Solar do Império (o mais elegante do Centro)

Monte Imperial (clima de chalé de serra, mas colado ao centro histórico)

Pousada da Alcobaça (charme, sossego e a comida de dona Laura Góes, em Corrêas)

Parador Santarém (piscina de borda infinita à beira do laguinho, em Itaipava)

Pousada Arcádia (ótima localização para zanzar pelas lojinhas de Itaipava)

Pousada Tankamana (luxo montanhês no Vale do Cuiabá)

Voltar | Com Serra Fluminense | Topo

Vale a pena alugar carro para viajar?

Viajar com carro próprio é uma decisão óbvia: já está na garagem, é só pôr na estrada.

Mas e se você não tiver carro? Ou se o carro não estiver em condições de ser submetido a uma viagem para longe? Ou ainda se você não estiver disposto a desgastar seu carro num percurso de longa distância?

Alugar um carro para fazer uma viagem pode ser vantajoso, sim. E é menos caro do que você imagina.

A partir de 7 dias de locação, a diária média cai bastante, porque o sistema já aplica a tarifa semanal.

E se você pensar numa viagem realmente longa e puder alugar o carro por 30 dias corridos, vai ficar surpreso: a tarifa mensal, calculada automaticamente pelos sites, pode ficar mais em conta do que a manutenção que você precisaria fazer no seu carro na volta (e com a facilidade de pagar em até 10 vezes).

Você pode pesquisar esses valores facilmente em sites como nosso parceiro Rentcars, que compara tarifas promocionais de várias locadoras.

Voltar | Topo

Leia mais:

3 comentários

Vera Lucia
Vera LuciaPermalinkResponder

Roteiro completíssimo! Todos os detalhes para um excelente temporada no Rio de Janeiro. Ricardo, você é o guru das melhores viagens.

Lu
LuPermalinkResponder

Mto bom, Riq!
Sdds de Mauá!
Vou aproveitar suas dicas de paradas na Rio/Santos p acrescentar ao roteiro São Paulo/ Gramado, transformando-o em Rio/Aparados da Serra. Pretendo ir no final de novembro e acho q Gramado deverá estar cheio.
Estive em Búzios no início de outubro, de 2a a 5a. Foi nítido o aumento da frequência! 2a e 3a estava show! Na 4a, já estava bem mais cheio. Imagino q final de semana não seja uma boa opção... Ficamos no Ferradura Private, localização privilegiada em termos de visual, tds os qtos tem vista mar. Os funcionários mto atenciosos e cuidadosos. Atenção p/não ficar em qtos comunicantes pois se ouve tudo q acontece no qto ao lado. O ideal é ir durante a semana qdo nem tds os qtos estarão ocupados.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Que maravilha! E quem poderia pegar o carro e viajar! Aqui no meu país estamos confinados por comunidades. Não posso sair da minha comunidade e viajar para outra e nos finais de semana você não pode sair da cidade. Nem pode ir a restaurantes ou bares, por enquanto, eles estão fechados.
Cumprimentos,

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Atenção: Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 23 de novembro.
Cancelar