Chile reabre as fronteiras. Até 7/12, brasileiros precisam fazer quarentena ao chegar

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Reabertura de fronteiras do Chile: geysers do Atacama

Geysers no Atacama

Reabertura do Chile para brasileiros

O Chile anunciou a reabertura das fronteiras para o turismo a partir do dia 23 de novembro.

Dias depois de anunciada a medida, veio a pegadinha: até pelo menos o dia 7 de dezembro, os visitantes provenientes de países com transmissão comunitária de covid-19 -- como é o caso do Brasil -- precisarão fazer quarentena de 14 dias ao chegar.

A única fronteira aberta neste primeiro momento é o aeroporto de Santiago. As fronteiras terrestres permanecem fechadas.

Além da quarentena ao chegar, para ir ao Chile é necessário:

  • Apresentar teste PCR negativo para covid feito até 72 horas antes do embarque
  • Preencher uma declaração jurada de condição de saúde disponível aqui
  • Baixem e se registrem num aplicativo de controle da covid em território chileno

O turismo ainda está limitado, com muitas regiões ainda em fases de restrição de atividades.

Santiago: na fase 4, Abertura Inicial

Dos pontos mais visitados por brasileiros, apenas Santiago já está na Fase 4, 'Abertura Inicial', que permite restaurantes com salão funcionando, respeitando 50% da capacidade. As vinícolas Concha y Toro e Cousiño Macul e o mirante Sky Costanera já recebem visitas, com novos protocolos.

Valparaíso, Atacama e Lagos Andinos: na fase 3

Mas Valparaíso, San Pedro de Atacama, Pucón, Puerto Varas (Lagos Andinos), San Fernando (Vale de Colchagua) ainda estão na fase 3, 'Preparação', com muitas restrições -- por exemplo, o funcionamento de restaurantes só é permitido em ambiente externo, limitados a 25% da capacidade.

Torres del Paine e Patagônia: ainda em quarentena

Por sua vez, Puerto Natales (Torres del Paine), Punta Arenas e Puerto Montt ainda estão na Fase 1, 'Quarentena', com tudo fechado.

Vale a pena ir ao Chile neste momento?

Até o dia 7 de dezembro, por causa da exigência de quarentena, viajar ao Chile a turismo não vale a pena.

Mesmo depois disso, caso a exigência de quarentena seja abolida, as viagens não terão o mesmo proveito pré-pandemia, enquanto estiverem com atividades restritas.

Destinos como Atacama e Lagos Andinos (Pucón ou Puerto Varas) seriam boas opções para viagens de verão com 100% de atividades ao ar livre, feitas em grupos pequenos. Mas ficarão bem mais atraentes quando passarem de fase, chegando à Abertura Inicial.

A situação das comunas do Chile é revisada regularmente pelo Ministério da Saúde, por meio do programa 'Passo a Passo'.

Atualizaremos aqui sempre que soubermos novidades.

Você pode acompanhar também em sites chilenos, como o Pauta.

Leia mais:

Nenhum comentário, deixe o primeiro!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Atenção: Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 23 de novembro.
Cancelar